terça-feira, 12 de junho de 2007

Nossos pequenos delitos.


Caros amigos, um noticiário da noite mostrou, no saldo de um fim de semana, que um caminhão de bebidas havia tombado numa curva de uma estrada qualquer, enquanto o motorista sentado no asfalto, ainda tonto, era atendido pela polícia, a carga era saqueada por moradores da vizinhança. Eram mulheres, crianças, homens adultos, velhos, todos como uma horda de bárbaros, num alegre frenesi, disputavam a presa. Eu sei: isso é fato corriqueiro, já virou coisa comum. Alguns podem dizer: “E daí, meu? Não tem nada de novo! Não é de espantar!” Pois, pobres de nós se já perdemos a capacidade do espanto diante de uma coisa dessas e placidamente aceitamos que o ser humano aja como um chacal carniceiro. Ora, eram donas de casa ordeiras e pacíficas, eram crianças que freqüentam escola e igreja, eram chefes de família trabalhadores e honestos, eram velhos aposentados que já cumpriram seu dever para com a nação. Eram pessoas comuns,...éramos nós. Não eram piratas saqueadores. Não? Será que não? Só porque não usaram armas não significa que não furtaram. Aquela carga pertencia a alguém.
Que diferença há entre pequenos e grandes delitos? Não consigo ver nenhuma. Ninguém ali saqueou a carga porque tinha fome – o que talvez fosse justificável, repito talvez - saquearam apenas para “se dar bem”, para "levar vantagem" em alguma coisa, seja lá no que for. Que semelhança há entre pequenos e grandes delitos? O vício moral. O eterno erro de acreditar que quando eu faço algo errado é perdoável por que sou bom, quando é outro que erra, ele é mau e deve ser punido.
Nossa vida é cheia de pequenos delitos, é um somatório de pequenas trapaças “perdoáveis” que tentamos esconder sob o tapete do refinamento social. Enganamos a quem? De nada adiantam as passeatas de mãos dados carregando faixas pedindo paz e soltando "pombinhas" brancas e à noite ir até a boca-de-fumo para comprar uma "erva". Pura hipocrisia. Na maioria das vezes só não cometemos crimes maiores por falta de oportunidade, como essa de roubar carga tombada na estrada, ou por medo da punição. Nossa sociedade é ruim por que somos ruins individualmente. Se cada um de nós varresse a calçada diante da própria porta, logo a cidade inteira estaria limpa.
Pensem nisso!

4 comentários:

  1. Caro Amigo, é realmente lamentável que estejamos vivendo cenas como a relatada. Este é o povo que elege seus representantes não pelo que podem fazer pela comunidade, mas pelas vantagens individuais que possam oferecer. Assim, como reagir aos assombros dos corruptos, se em reportagem apresentada há poucos dias a maioria dos entrevistados confessou já ter aceito um "presente" ou tê-lo dado em troca de um favorecimento? Como bem disse o amigo, se cada um varresse a frente da sua casa, teríamos uma cidade mais limpa, mas desde que as pessoas não se limitem a empurrar o lixo para a rua ou a calçada do vizinho, é preciso recolhê-lo para ser depositado em local apropriado, tal como essa corja toda que deveria estar enjaulada. Tenho fé que, antes do fim do mundo, atingiremos não apenas o desenvolvimento econômico, mas também o social e o cultural. Abraços! limeira_roberto@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. OIEEE
    Parabéns pelo Blog...está show de bola.
    Na verdade não sei ao certo qual dos textos e poesia que gostei mais. Cada um é perfeito dentro do seu tema.
    Só vamos ter que tentar uma fotinho nova pra por aí, né?
    bjs...
    Fiona!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo seu blog que conhecí hoje. Sobre o assunto abordado,é de fato muito atual. Você e um comentarista abordaram as atitudes condenáveis de seres humanos que fazem certas coisas sem necessitar. Mas se lamentamos pelos casos deprimentes que hoje povoam nossa mídia, e nos fazem ter ,às vezes, vergonha de ser "humanos",devemos nos regozijar pela presença constante de pessoas como voc~es., que, testemunhas da história contemporânea, gastam seu tempo analisando a sociedade, e indicando, a ela, o caminho que deve seguir para que de fato seja considerada "humana".

    ResponderExcluir
  4. Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...